sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Como a Amazon usou o marketing digital para se tornar a gigante do comércio eletrônico

Muitas possibilidades antes indisponíveis se tornaram subitamente executáveis após as muitas transformações decorridas da revolução digital. Análises sociais antes produzidas através dos imprecisos questionários, puderam rapidamente alcançar um grau de precisão muito maior. Com isso, uma variedade imensa de ideias e novos produtos surgiram. Alguns empreendedores se valeram da nova ordem mundial para criar novos modelos de negócio, um deles é Jeff Bezos, fundador da empresa de comércio eletrônico Amazon.

Bezos listou alguns produtos com maior potencial de venda na internet e encontrou no livro digital, o chamado e-book, a fonte para uma mudança avassaladora na forma como nos relacionamos com o comercio eletrônico. Todavia, não bastou a nova forma de vender produtos para tornar a Amazon o que ela é hoje. Foi preciso um excelente planejamento e execução de marketing digital, atendendo a pontos que vai desde a análise de dados a elaboração do plano de usabilidade do site de vendas.
Cada passo dado pela Amazon é cuidadosamente elaborado. E alguns pilares de sua estrutura podem ser considerados fundamentais no modelo de negócios da empresa, entre os quais:
Análise e uso inteligente de dados
A Amazon consegue estabelecer, com elevado grau de precisão, uma lista dos produtos que estamos interessados, baseando-se na análise do nosso comportamento de compra e navegação na web.
Portabilidade
Os conteúdos dos livros da Amazon podem ser acessados no seu e-reader kindle, em aplicativos para Androide ou no próprio PC através de uma aplicação kindle. As pessoas podem por exemplo começar a leitura em um e continua-la em outro dispositivo.
Usabilidade
Um famoso escritor de usabilidade, Steve Krug, dedica boa parte de seu livro “Don’t make me think” a usabilidade do site da empresa. Para ele, o site é genialmente elaborado, pois permite uma grande facilidade na busca pela compra.
Preocupação com o marketing tradicional
A Amazon não apenas utiliza ferramentas de web marketing como também obedece muitos princípios do marketing tradicional, mostrando grande preocupação com a escolha de seu nome, entre outros elementos da constituição de identidade.
A utilização desses, dentre outros pilares cria um fenômeno interessante, típico da era digital: A busca da empresa pelo cliente, sem a necessidade do apelo direto pela companhia. Não vemos propaganda da Amazon pelas ruas nem na TV. Com exceção dos anúncios digitais direcionados e sabiamente elaborados, o fenômeno Amazon criou um mecanismo de vendas, onde o consumidor migra diretamente para ele, mostrando como a utilização de elementos do marketing digital pode contribuir na construção de um império do meio digital.

Enviar um comentário