segunda-feira, 31 de outubro de 2011

A beleza da música

O belo original dos Beatles:

   
A publicidade:
 

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Designers portugueses integram exposição em Londres

Até 1 de Novembro a Dreamspace Gallery, em Londres, terá expostas obras de quatro criativos portugueses, entre 30 artistas emergentes, no âmbito da mostra “A Celebration of September”, uma interpretação gráfica dos dias expressa através de um calendário colectivo.
José Macena, Marie Eerr, João Fazenda e Maria Imaginário juntam-se a vários profissionais da área do design, no Reino Unido, tais como, Leterme Downling, Rick Banks, Ross Gunter, Matt Adams, Mark Ferguson e 10Collective.
“A Celebration of September” tem por objectivo explorar a relevância de cada dia, dentro das nossas próprias vidas. Nesse sentido, a cada criativo é atribuído um dia do mês de Setembro, de forma a ser criado um calendário colectivo, com a elaboração de um poster. Na exposição estão patentes várias disciplinas criativas que formam uma ampla gama de estilos e abordagens personalizadas. Para além da mostra, está prevista uma série de palestras na galeria, apresentadas por profissionais da área sobre como estabelecer-se dentro da indústria criativa. As conferências serão gravadas para posterior divulgação.
O design e curadoria do evento é da responsabilidade do Mortar&Pestle Studio.

Está aqui bem expresso que em Portugal há muita qualidade na mão de obra formada pelas nossas instituições de ensino....Um exemplo a seguir

Daniel Almeida - 25824

Coca Cola troca vermelho pelo branco

Coca Cola troca vermelho pelo branco


Numa iniciativa com a WWF para ajudar a proteger o habitat do urso polar, a Coca-Cola está, pela primeira vez na sua história a trocar o vermelho da sua lata pelo branco. Segundo o Blue Bus, que cita o BrandChannel, entre Novembro e Fevereiro de 2012 estarão à venda nos EUA e no Canadá milhões de latas brancas.

No âmbito desta iniciativa, a Coca-Cola fará uma doação inicial de dois milhões de dólares para a WWF, esperando arrecadar mais um milhão em doações já que os consumidores poderão enviar uma SMS digitando o código impresso na lata para doar 1 dólar ou contribuir através do siteArcticHome.com link externo.
Recorde-se que o urso polar é o animal ícone da publicidade da Coca-Cola desde 1922.
Veja a explicação da iniciativa.


Fonte: Marketeer.pt

Sofia Rocha 27602

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Investimento Publicitário Aumenta nas Redes Sociais


O investimento em publicidade nas redes sociais vai aumentar 80 por cento nos próximos dois anos, segundo revela um estudo feito pela consultora eMarketer, notícia o Diário Económico. O Facebook será a rede social que vai receber a maior fatia deste bolo, seguindo-lhe o Twitter.
A evolução do investimento publicitário vai passar de quatro mil milhões de euros para cerca de 7,2 mil milhões em 2013, sendo que metade desse valor será realizada nos Estados Unidos da América, onde as redes sociais absorvem 11,7 por cento do investimento global em online.

Fonte: Diário Económico
Marisa Melfe nº 25690

Fruta em barra chega ao mercado em 2012


Se a sua vida é sempre um corre-corre, mas, ainda assim, é uma pessoa preocupada com hábitos alimentares saudáveis, a partir de 2012 não terá de preocupar-se em andar com peças de fruta na carteira e passar pelo incómodo de as descascar na pausa do trabalho. A Nutrigreen pensou em casos semelhantes ao seu e irá lançar no mercado fruta em barra.
A barra é feita com puré de frutas e gelatina vegetal (algas) e estará disponível com sabor de abacaxi, manga, tutti-fruti e abacaxi/coco. A validade não será um problema, uma vez que o produto pioneiro a nível mundial, que já conquistou um prémio de inovação na feira alemã Anuga, pode ser consumido num prazo de 60 dias. Assim, a fruta passará a ser fácil de transportar, pode ser consumida em qualquer lugar e entre refeições.
Por ter apenas 40 calorias no máximo e ser composta unicamente por produtos naturais, a novidade destina-se, sobretudo, ao mercado “healthy”, ligado ao consumo saudável, sendo que o seu público-alvo será, essencialmente, mulheres e crianças. O produto tem sido apresentado em feiras do sector e tem tido uma enorme receptividade, pelo que a companhia pensa lançá-lo também para o mercado internacional, segundo a agência Lusa, citada pelo Diário Digital.
A Nutrigreen é uma empresa de Torres Novas que trabalha essencialmente com frutas nacionais (cerca de 80%) e importa apenas os abacaxis e as mangas. As duas empresas – Nutrigreen, direcionada para a transformação de frutas em puré, barras e sumos) e Nutrigreen Salads – empregam 110 pessoas.
Marisa Melfe nº 25690
Fonte: Greensavers

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

E se alguém lhe enviar uma maçã, isso é…?

Para enfrentar a concorrência de lojas que vendem produtos da Apple mas não são revendedores licenciados, a iStore, da Ucrânia, enviou maçãs para empresas que fazem parte do seu público-alvo   

Puro marketing! Para enfrentar a concorrência de lojas que vendem produtos da Apple mas não são revendedores licenciados, a iStore, da Ucrânia, enviou maçãs para empresas que fazem parte do seu público-alvo. Segundo o Blue Bus, as frutas foram estampadas com o logo da loja e levavam uma etiqueta que dizia ‘Fresh taste of your business’. Das 400 empresas que receberam as maçãs, 123 começaram a negociar com a iStore.






Vânia Monteiro, nº 25806


domingo, 23 de outubro de 2011

propostas para Fast Food perfeita



Daniela Fernandes  nº27890

Batatas com sabor a… “Strogonuffles”?

Nova versão para o mercado brasileiro resultou de uma campanha lançada pela marca, intitulada "Ruffles: Faça-me um sabor"




A Ruffles tem uma nova proposta no mercado brasileiro: a “Strogonuffles”. A versão resultou de uma campanha lançada pela marca, intitulada “Ruffles: Faça-me um sabor”, que pretendia definir qual o sabor, entre três criados pelos consumidores, que marcaria presença nos lineares até ao final do ano. A concurso estavam também as versões “YakissOBAAA!” e “HoneyMoonstard”.
A atribuição do prémio teve por critério o desempenho das vendas, que na selecção final assumia um peso de 60%, e a votação dos fãs da marca através do site, com um peso de 40% na selecção.
A Helder Lanzoni, criador do sabor “Strogonuffles”, foram atribuídos 20 mil reais (mais de 8 mil euros), por ter sido um dos finalistas, e terá ainda direito a 30 mil reais (mais de 12 mil euros) em barras de ouro, para além de 1% sobre a facturação líquida registada pela venda do sabor durante seis meses, contabilizando de Julho a Dezembro. Dependendo do resultado em vendas, o novo produto poderá mesmo vir a integrar o portefólio permanente da marca, noticia a Exame brasileira.
A campanha “Ruffles: Faça-me um sabor” foi criada para assinalar os 25 anos de presença da Ruffles no Brasil e convidava os consumidores a criar um novo sabor para a insígnia. Para isso, deviam sugerir um sabor e enviar pelo site as informações necessárias. As propostas foram avaliadas, durante dois meses, por júri que seleccionou os três sabores finalistas. O vencedor foi depois eleito pelos consumidores.
Na realização da campanha a PepsiCo desenvolveu e distribuiu novos produtos e embalagens em apenas dois meses - um terço do período normal de desenvolvimento de um novo sabor, o que faz da iniciativa o maior investimento da história da marca, adianta a Exame.
Coordenada pela agência Bullet, que criou também o site promocional, a campanha contou com embalagens desenvolvidas pela Narita Design, e inserções televisivas da responsabilidade da Almap BBDO, que coordenou também a iniciativa nas redes sociais.



Fonte: www.marketeer,pt
Sofia Rocha, 27602


sexta-feira, 21 de outubro de 2011

O biscoito gelado da Google

O Galaxy Nexus é o primeiro a incorporar o recém lançado Android 4.0 Ice Cream Sandwich, que finalmente é partilhado por telefones e tablets.

Impacto do aumento do IVA no orçamento familiar

De acordo com a Kantar Worldpanel as alterações do IVA prevista na proposta de Orçamento de Estado para 2012 terão um impacto no orçamento das famílias de 17€ por ano, por lar.

O setor do grande consumo, FMCG, será o menos afetado pela retração, mas os portugueses vão continuar a escolher o mais barato e fazer downtrading. As principais insígnias da Distribuição Moderna vão ganhar mais importância e influência em relação ao comércio dito tradicional e a quota global de MDD poderá subir para os 42%.
Oportunidades de negócio, segundo a Kantar, apresentar-se-ão para todos os que apresentarem opções relacionadas com um maior consumo caseiro, uma vez que os consumidores têm cada vez menos tempo disponível e comem cada vez mais refeições em casa.

Fonte: Distribuição Hoje

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Coca-Cola com entregas ao domicílio

Novo canal de comercialização permite aos consumidores receber os seus produtos em casa   


A Coca-Cola avançou, no mercado espanhol, com um canal de comercialização que permite aos consumidores receber os seus produtos em casa. Assim, estes podem comprar bebidas e alugar merchandising como arcas e chapéus de sol sem custos adicionais, se a compra ultrapassar os 30 euros, e recebê-los ao domicílio.
O novo canal de venda, intitulado “Coca-Cola a Domicilio link externo“, começou a funcionar há pouco mais de uma semana e está ainda em fase de testes, já que o serviço está limitado a duas zonas da cidade de Madrid: Chamartín e Centro. O seu êxito determinará o alargamento a outras zonas e cidades, noticia o Expansión.
Do catálogo online constam desde latas de Coca-Cola e as suas versões Zero e Light, a outras bebidas da marca, como Nestea, Aquarius e Fanta. No canal são também comercializados os sumos MinuteMaid e a àgua Aquabona. Uma lata de Coca-Cola assume, por unidade, um preço de venda de 0,52 euros. A esta quantia deverá somar-se seis euros, se o pedido não superar os 15 euros, taxa que não se aplica caso o consumidor faça compras superiores a 30 euros. Se a compra se situar entre os 15 e os 30 euros, os gastos de envio serão de 3 euros.
Os utilizadores desta plataforma de vendas poderão ainda alugar, através da internet ou telefone, cadeiras, mesas ou arcas por um preço diário entre 2,99 e 24,95 euros.
Os pedidos efectuados antes das 17 horas poderão ser entregues nas 24 horas seguintes, ao passo que os que são feitos depois dessa hora só serão entregues em 48 horas.


Fonte: www.marketeer.pt

Vânia Monteiro, 25806

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Danone quer vender área das águas

Empresa japonesa Suntory Holdings poderá ser a compradora dos negócios de água na Ásia   

Danone, empresa francesa proprietária das águas Evian e Volvic, está a tentar chegar a acordo para a venda do seu negócio de águas até ao final deste ano. Segundo a agência Bloomberg, a empresa japonesa Suntory Holdings poderá ser a compradora dos negócios de água na Ásia.
Segundo o jornal Oje, os proveitos desta operação poderão servir para financiar uma oferta pelo departamento de nutrição infantil da Pfizer. Apesar da informação que corre no mercado, Pierre Andre Terisse, director financeiro da Danone, considerou que a água engarrafada é um negócio “estratégico” para a marca, escusando-se a outros comentários sobre esta transacção, diz o Oje.
As vendas da Danone no terceiro trimestre bateram as estimativas e cresceram 10,6%, para 4,81 mil milhões de euros, contra os 4,35 mil milhões no mesmo período do ano anterior. A venda de águas engarrafadas também subiu 7,9% no trimestre, liderada pela América Latina e Ásia. Ainda segundo informações do Oje, o negócio de águas para consumo do grupo francês teve receitas, em 2010, de 2,87 mil milhões de euros, cerca de 17% das vendas globais da companhia.
A expectativa da Danone é que o quarto trimestre apresente um desempenho semelhante ao terceiro, daí que a empresa mantenha a previsão de crescimento entre 6% e 8% este ano.



Fonte: www.marketeer.pt

Vânia Monteiro, 25806

Procura um hotel? O Google encontra!






Uma das áreas de pesquisa onde o Google poderá ter mais dificuldade em captar utilizadores é a dos mercados verticais relacionadas com reservas de hotéis. Centrais como o Booking.com ou Hotels.com, possuem funcionalidades adaptadas ao sector que os tornam preferíveis e mais práticos que a solução genérica que o Google oferece.

Mas eis que surge uma contra-ofensiva: Google Hotel Finder





Filipa Corsino
Nº 24598

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Nova imagem da Planta

A Planta apresenta uma nova imagem. Segundo a marca, a nova imagem pretende evidenciar o valor nutricional da marca, centrando-se “na naturalidade da origem dos ingredientes de Planta, representados pelo campo e pelas suas cores – verde, azul e amarelo – que evocam a vitalidade e a energia do campo”. A imagem está já disponível nas embalagens da gama standard, devendo ser alargada às especialidades Cálcio, Soja e Sabor a Manteiga até ao final do ano.


Filipa Corsino
Nº24598

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Carrefour “reinventa” carrinho de compras

O Carrefour iniciou, em cinco hipermercados de França, Bélgica e Espanha, a fase de testes de um novo carrinho de compras, baptizado internamente por “mobi”. O modelo fabricado pela alemã Wanzl facilita, segundo o segundo maior retalhista mundial e líder europeu, a organização da compra com bolsas laterais e locais específicos para acoplar artigos como, por exemplo, vassouras, incorporando, ao mesmo tempo, as mais recentes novidades em termos tecnológicos como tablets e scanner de produtos.
O jornal francês Le Figaro noticia que o “mobi” é mais leve, utiliza menos metal, é mais manejável e silencioso, adiantando Philippe Picaud, Director de Design do Carrefour, que “se os testes junto do consumidor forem bem sucedidos, o modelo poderá tornar-se o carrinho padrão do Carrefour sem limitações geográficas”.
Segundo Christophe Rebours, fundador da agência responsável pelo design do projecto do novo carrinho, esta pode ser uma “revolução nos hábitos de compra dos consumidores”, salientando que “mudámos completamente o perfil do carrinho para que seja possível ao consumidor organizar melhor as suas compras na loja”.
Rebours refere ainda que a aposta recaiu sobre a flexibilidade de utilização, graças às bolsas e diferentes espaços que podem acomodar outros artigos volumosos.
Com uma ranhura onde poderá ser colocada a lista de compras ou um cartão de fidelização, Philippe Picard admite que “aqui podem ser utilizadas soluções mais avançadas como sistemas de informação mais sofisticados integrados ou conectados a smartphones e tablets”.
Além destas inovações, o “mobi” oferece ainda aos clientes do Carrefour a possibilidade de digitalizar os códigos de barras dos produtos via tecnologia ScanLib, fazendo com que o cliente que não saia com o carrinho no checkout possa receber à mesma o artigo em casa. O retalhista destaca, aliás, que actualmente 10% das compras efectuadas no Carrefour são efectuadas por ScanLib.
O Carrefour aposta na produção em massa deste seu novo carrinho de compras para absorver o custo adicional de produção (10%), estimando o grupo que a chegada do “mobi” às lojas francesas possa funcionar como um impulsionador nas suas vendas.






Fonte: http://www.hipersuper.pt/
Joana Barreiro - 24842

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Danone Activia Smoothie de 2,8 metros em Lisboa

A Danone está a ser alvo de uma campanha de activação, em Lisboa, que conta com implementação da Havas Sports & Entertainment, network de Sports Marketing e Brand Entertainment do Grupo Havas Media. O objectivo da iniciativa é despertar a curiosidade para o Activia Smoothie, um iogurte líquido com quatro vezes mais fruta do que a oferta actual no mercado, e que foi pensado, concebido e produzido em Portugal. Para a acção foi recriado o formato de uma garrafa de Smoothie morango com 2,8 metros, feita em fibra de vidro e resina de poliéster com a imagem da campanha.
Este outdoor estará no Saldanha até 10 de Outubro, e no Campo Pequeno, de 11 a 18 do mesmo mês.



Liliana Marques - 25187

Nomes dos consumidores “invadem” latas de Coca-Cola


O braço australiano da Coca-Cola lançou uma campanha em que, pela primeira vez em 125 anos, utiliza no packaging da bebida os nomes mais usuais neste país. Aaron, Sarah, Matt, Will… ao todo, são 150 os nomes impressos nas garrafas e latas da marca. E cada um deles tem uma música correspondente, cujo download pode ser feito na página de Facebook da Coca-Cola Austrália link externo.
Esta acção faz parte de uma campanha avaliada em cinco milhões de dólares, que combina iniciativas online e offline e se insere na linha de comunicação “Open Happiness”, avança o Brand Channel.
Os consumidores cujos nomes não estejam inseridos nas latas podem dirigir-se a 18 quiosques Coca-Cola instalados em centros comerciais para que possam personalizar a sua embalagem.
Também o espaço publicitário mais famoso da Austrália, em King Cross, Sidney, mostrou durante três dias os nomes dos consumidores recebidos por sms.
A marca quer que esta campanha se torne viral através das redes sociais. No Facebook, a opção “Share a Coke” permite aos utilizadores criar spots personalizados com fotografias dos seus álbuns, partilhar uma Coca-Cola virtual e candidatar-se a um prémio de 50 mil dólares por partilhar a iniciativa com os seus contactos. Para completar a campanha, a empresa lançou ainda spots televisivos de 30 segundos.



Joana Barreiro - 24842

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Coca-Cola Clothing


Quem iria imaginar que a Coca-Cola iria lançar peças de vestuário, calçado e acessórios no mercado?! Ah pois é, a Coca-Cola estreia-se neste novo ramo e a primeira unidade do mundo localiza-se em Porto Alegre, no Brasil. O objectivo da insígnia é expandir a rede para os Estados de São Paulo, Pernambuco e Rio de Janeiro. Este ponto de venda inclui no seu portefólio todo o mix de produtos comercializados, até agora, em loja multimarca. No espaço podem ser encontradas t-shirts, jeans, camisolas de malha, casacos, acessórios e calçado, revestidos com material reciclado de garrafas PET.


E nós por cá, até quando teremos de esperar para matar a curiosidade de como serão estes produtos?!

Fonte: Marketeer/ 09-11

Publicado por: Marisa Melfe