terça-feira, 19 de junho de 2012

Adidas terá centro criativo no Brasil

Em iniciativa inédita nos seus quase 40 anos de história no Brasil, de acordo com a própria empresa, a Adidas lançou no final de semana sua primeira campanha especialmente criada para o mercado nacional. Com assinatura da Lew’Lara/TBWA, as peças promovem a chuteira Predator.
A mudança de atitude acontece no exato momento em que a filial brasileira deixa de responder para o escritório panamenho da companhia, que concentra as decisões sobre o mercado hispânico, e passará a resolver suas demandas diretamente com a sede da empresa, na Alemanha.
 “A mudança está exatamente aí. Deixamos de responder para uma regional e falamos diretamente com a diretoria global. As nossas demandas e necessidades ficam mais específicas e mais próximas”, explica Diogo Guimarães, marketing brand manager da companhia desde março deste ano. O executivo estará à frente de duas áreas da empresa, englobando os setores de performance e estilo, até então totalmente independentes.
Outra importante novidade será a inauguração de um centro de criação em São Paulo, específico para o consumidor brasileiro. “A ideia é termos designers, criativos, caçadores de tendências, por exemplo, para criar linhas próprias para o Brasil. Para a diretoria global, isso era difícil de entender. Agora a gente consegue convencê-los de uma forma mais fácil”, explica Guimarães. Para ele, o País possui um consumidor diferenciado se comparado ao resto do mundo. “Somos ultraconectados, extremamente atuantes dentro das redes sociais e isso requer um tratamento adequado. Precisamos de produtos mais aderentes ao nosso consumidor”, reforça.

 

Diogo Guimarães, marketing brand manager da Adidas
 
 
Actividade realizada por André Albuquerque

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Flag cria campanha anticorrupção

Corruptos levam, literalmente, balde de água fria em campanha do MPD Crédito: ReproduçãoA Flag Comunicação criou para o Movimento do Ministério Público Democrático (MPD) a campanha “Não Aceito Corrupção”. Aproveitando-se do fato de que 2012 é ano eleitoral, o objetivo do órgão é alertar a sociedade sobre os perigos da corrupção e incentivar a população a exercer a cidadania e democracia através da denúncia de atividades políticas ilegais.
A campanha (que será composta por dois filmes; anúncios para mídia impressa, online e aeroportuária e spots de rádio) conta com o apoio, entre outras empresas, da Rede Globo, Folha de S. Paulo, Rádio Jovem Pan, Rádio CBN, Rádio Antena 1, UOL, Terra, Cinemark, Cinépolis e Cinesystem. Todos os veículos irão veicular as peças nacionalmente.
Foi criado ainda um site especialmente para a campanha, contendo informações sobre o movimento e links para todos os Ministérios Públicos Estaduais do país.
Além disso, todo o elenco e empresas envolvidos nas filmagens, que têm produção da O2 Filmes e produção de som da Junkebox, abriram mão de receber seus respectivos pagamentos. Confira abaixo os filmes da campanha.

Corruptos levam, literalmente, balde de água fria em campanha do MPD

http://www.youtube.com/watch?v=QC0dFA0FVz8&feature=player_embedded

http://www.youtube.com/watch?v=uqnxSB8KZG0&feature=player_embedded


Actividade realizada por André Albuquerque

domingo, 17 de junho de 2012

Turismo na Coreia do Norte? Sim, é possível

Apesar da reputação de ser um país em que os cidadãos têm virtualmente nenhuma liberdade, um pequeno mais crescente número de estrangeiros tem visitado a Coreia do Norte para satisfazer a curiosidade sobre um lugar que poucos pessoas sabem algo a respeito.
No ultimo ano, por volta de 3.500 ocidentais e 40 mil chineses viajaram para a Coreia do Norte, de acordo com a agência de turismo Koryo Tours, cuja sede fica em Pequim, na China. A empresa responde por cerca de 50% do número de turistas ocidentais que desembarcam no país comunista. Este total inclui os cidadãos americanos.
“Estimo que entre 500 e 600 cidadãos Americanos visitem a Coreia do Norte a cada ano”, diz Nick Bonner, um britânico que fundou a Koryo em 1993, em entrevista ao Ad Age feita por email. “Há muito mais a ser visto no país do que o que é publicado na imprensa local e internacional.”
Para levar turistas ao país, a Koryo trabalha com uma empresa norte-coreana de controle estatal, mas operada independentemente. Os preços dependem do número de pessoas viajando no grupo, mas ficam na casa dos milhares de dólares. A Koryo tem uma página no Facebook com aproximadamente 800 seguidores. A agência também é recomendada pela Trip Advisor. Este ano, Bonner está levando ciclistas numa viagem para uma área cujo acesso era restrita, recentemente.
"Uma erro comum quando se fala em turismo na Coreia do Norte é a ideia de que todos os turistas têm que seguir um itinerário fixo, estipulado pelo governo aos visitantes”, diz Bonner. “Na verdade, temos uma boa variedade de programas diferentes entre si.”
As opções incluem museus, parques, monumentos e outras áreas cênicas próximas à capital Pyongyang, além da zona desmilitarizada próxima à fronteira com a Coreia do Sul e a região de Hamhung, uma grande cidade industrial cujo acesso aos turistas foi conseguido pela Koryo em 2010.

 Paisagem da Coreia do Norte

Jogos do Povo, na Coreia do Norte
Jogos do Povo, na Coreia do Norte  

Actividade realizada por André Albuquerque

sexta-feira, 15 de junho de 2012

Petrobras e Fiat juntas em websérie

Etanol sem fronteiras mostra cadeia de produção.
 
 
Etanol sem fronteiras mostra cadeia de produção

A Petrobras estreou uma nova websérie em seus canais que term como tema “Etanol sem fronteiras”. Com produção da New Content e apoio da Fiat, o programa será dividido em seis capítulos que mostram a trajetória de dois jovens que descobrem toda a cadeia de produção do etanol. Durante as cenas, a Petrobras tem a oportunidade de apresentar sua tecnologia, logística, comercialização, o trato com qualidade ambiental e responsabilidade social.
Esta não é a primeira vez que a Fiat se associa como parceira a uma produção audiovisual, recentemente a montadora anunciou patrocínio ao filme Xingu e em 2008 apoiou o filme “Ensaio sobre a cegueira”. De acordo com Maria Lucia Antonio, gerente de publicidade da Fiat, a presença na série é importante para destacar o valor do etanol como nova fonte de energia renovável. “A Fiat foi a primeira montadora a produzir um carro movido a etanol no Brasil, o Fiat 147”. A New Content é aprodutora parceira da área de multimeios da Petrobras, o contrato segue até o meio do ano que vem.

http://www.meioemensagem.com.br/home/comunicacao/noticias/2012/06/15/Petrobras-e-Fiat-juntas-em-webserie.html

Actividade realizada por André Albuquerque

Coca-Cola perde processo e terá de indenizar cliente

Lata de guaraná Kuat, da Coca-Cola

Coca-Cola: engano na premiação de concurso leva marca à Justiça
São Paulo - O Tribunal de Justiça de São Paulo condenou a coca-cola e outras quatro empresas responsáveis pela promoção "Kuat dá mole para você" a pagar uma indenização de R$ 10,4 mil por
Notificada por engano que teria sido sorteada para ganhar um carro avaliado em R$ 52 mil, a moradora de Pindamonhangaba acabou ganhando apenas um cartão de crédito de R$ 1 mil.
A promoção aconteceu em agosto de 2007. A consumidora teria comprado 109 garrafas de guaraná Kuat para participar da promoção. Cerca de um mês depois, foi informada por um porta-voz da Coca-Cola de que havia sido sorteada para ganhar um dos carros que integravam a ação de marketing. Uma semana após a notificação, porém, recebeu um e-mail da empresa explicando que havia ocorrido um engano: ela ganharia somente um cartão de crédito no valor de mil reais.
Depois de reconhecer o equívoco, a Coca-Cola tentou uma conciliação com a consumidora oferencendo o pagamento de R$ 15 mil, valor que foi rejeitado pela cliente.
Em ação indenizatória de danos morais e materiais, ela exigiu receber o valor correspondente ao veículo, pedido julgado improcedente em 1ª instância. A justificativa é de que a consumidora não havia, de fato, sido a real ganhadora do bem.
A cliente da marca recorreu da decisão, alegando que foi exposta a vexame público e que a empresa teria ampla responsabilidade pelo erro na comunicação do prêmio, especialmente por ser de grande porte, e ganhou por unanimidade. A sentença foi fixada em R$ 10,4 mil.
Segundo o desembargador Coelho Mendeso, relator do processo, a consumidora "sofreu uma injusta frustração ocasionada por situação inadmissível de ser tolerada no mundo dos negócios".
Ele considerou que "a partir do momento em que comunicada do ganho do veículo, deixou de ter mera expectativa de direito para ter a certeza quanto a ele, o que lhe foi retirado, sendo plausível a argumentação de que prejudicada pela desorganização das responsáveis pelo sorteio”.
Procurada por meio de sua assessoria de imprensa, a Coca-Cola ainda não havia informado se recorrerá da decisão até o momento de publicação.

Actividade realizade por André Albuquerque

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Como cria influência on-line para o seu negócio?

De acordo com o dicionário Porto Editora (online) influência consiste no acto ou efeito de influir; efeito ou acção que uma pessoa ou coisa exerce noutra. O dicionário de Oxford é mais completo na sua análise, sendo que por influência se entende a capacidade de surtir efeito no carácter, desenvolvimento ou comportamento de alguém ou de algo, ou o efeito em si.
influence_people


Actividade realizada por André Albuquerque

Google Democratiza Anúncios de Vídeo

Foi lançado recentemente o Google AdWords para vídeo. Esta nova funcionalidade vem democratizar o uso do vídeo para todo o tipo de anunciantes, de forma simples, rápida e com custos controlados.

Google Democratiza Anúncios de Vídeo



Actividade realizada por André Albuquerque

O Euro 2012

A Inesting tem estado a analisar a popularidade das selecções do Euro2012 nas redes sociais. Que conclusões tem tirado? Qual será o lugar da Selecção das Quinas no Europeu das Redes Sociais?

as selecções mais populares

quarta-feira, 13 de junho de 2012

Actividade de criatividade_ PICLED BRAINS

Ideias que surgiram na actividade de criatividade:

Equipa Amarela

  • Lanterna transparente que muda a cor à medida que a sua carga diminui;
  • Lanterna alimentada com pilha à base de mercúrio que pode ser carregada através de pequenos paneis solares, incorporados na própria lanterna. 


Equipa Verde
  • Quanto mais saltar mais se acende a lanterna, estando a mesma incorporada no calçado de desportistas e ajudará a iluminar o caminho;
  • Design arrojado, transparente e moderno para se ver o interior da lanterna;
  • Lanterna fluorescente que brilha sem se acender, para caso falte a luz esta se veja;

Equipa Cor-de-laranja
  • Com muitas lanternas os portugueses vão vibrar no euro 2012;
  • Quando a lanterna para o chão descer, o sistema de inovação a queda vai amortecer;
  • No tronco da lanterna deixar um espaço revestido em material transparente e, encher esse espaço com pó que brilha no escuro, para encontrar a lanterna no escuro;
  • Dê o salto luminoso da sua vida.

Equipa Roxa
  • Lanterna térmica - absorve calor humano como forma de obter energia;
  • Lanterna térmica - A energia que o faz vibra, quando mais precisa.

Equipa Castanha
  • Lanterna em forma de tulipa;
  • Lanterna com purpurinas que brilha no escuro (para a encontrar-mos quando está escuro);
  • "Lanterna voadora" com balões a servir de transporte.

Equipa Azul
  • Uma lanterna especial para os drogados, para além de luz contem uma seringa;
  • Usar as rugosidades das cascas de ovo, esmagadas, para fazer a pega da lanterna, aumentando a adesão à mão.

Equipa Vermelha
  • Lanterna anti-choque para todas as aventuras;
  • Lanterna que brilha à noite e durante o dia não se vê;
  • Lanterna à prova de água para aventuras aquáticas.

Out-of-the-Blue Lightning Bolt Cloudbuster

Qual a  ideia principal? Actividades para idosos. Assim sendo...têm autorização para descolar :)

  •  Jogar à lerpa apostando as reformas;
  • Organizar um evento todo-o-terreno em que os idosos são convidados a apanhar o máximo de pinhas para depois se fazer uma fogueira e se fazer uma sopa;
  • Assar umas chouriças;
  • Organizar fins-de-semana de relaxamento para os idosos com sessões de hidroginástica e SPA;
  • Andar na montanha russa e o final é nadar numa piscina no rio Sena ao som de Edit Piaff “La vie en Rose”;
  • Dançar o “Semba”;
  •  Jogos tradicionais (Arco, saca e macaca);
  • Workshop: Como enrolar tabaco;
  • Acampar na selva e numa festa nocturna ao som de uma bada de rock de idosos dançar numa pista quadrada;
  • Ir a Fátima passando por Sagres;
  • Bicicleta para 10 pessoas em que os idosos pedalam por turnos, todos despidos, à noite, sem capacete;
  • Aulas de natação artística;
  • Dança do ventre;
  • Torneio de arrotes;
  • Paintball com ovos;
  • Apanhar gambuzinos a fazer yoga.
 Pilotos da actividade: Joana Ferreira e Rúben Amorim 

terça-feira, 12 de junho de 2012

Museum Madness

A ideia inicial era arranjar soluções das mais variadas formas para reverter a situação difícil em que a empresa de chocolates se encontrava. Tanto podia ser uma nova embalagem, como um novo slogan, uma oferta como outro item qualquer. Todas as ideias serviam desde que posteriormente pudessem ser aplicadas numa situação real.

Ideias geradas

Grupo A

  • Inter-rail de Chocolate
  • Fonte de Chocolate
  • Evento com embaixadas de países produtores de chocolate
  • Geocaching de Chocolate


Grupo B

  • Degustação dos Chocolates em loja própria e pontos de venda enquanto desfruta de uma massagem em cadeira para o efeito
  • "Anda comigo ter prazer com o chocolate (Casal de Promotores vestidos de chocolate)
  • Slogan " Ofereça KO Mulher satisfeita, homem consolado. O complemento da sua relação!"

Grupo C
  • Fazer uma acção de promoção de um SPA em que as senhoras usam lingerie com referências ao Chocolate
  • Aliar o chocolate a uma marca de lingerie e fazer um lançamento de uma nova colecção de lingeire com oferta de chocolates nessa acção.
Grupo D
  • Chocolate tricolor (3 cores juntas)
  • Esculturas de chocolate
  • Alguém "sexy" vestido de chocolate a dizer come-me
Grupo E
  • Spot publicitário envolvendo várias pessoas em épocas festivas (Natal, aniversários) onde alguns abrem prendas em embalagens tradicionais, enquanto uma pessoa come a própria embalagem feita em chocolate causando admiração.

Actividade realizada por: Marta Santos, Miguel Baptista e Rui Oliveira


Get Crazy
A ideal era arranjar uma maneira de poder vender um produto, fazer um slogan, modificar algo. O produto que que foi escolhido pelo grupo, foi um garrafa de água. A partir da garrafa de água, em 1º lugar era necessário criar ideias loucas (ideias como, se comprar uma garrafa de água, ganha uma viagem com tudo pago), em s2º lugar, criar uma ideia original e aplicável para poder vender a garrafa (se comprar 3 garrafas, oferecemos outra). A segunda ideia não foi concretizada derivado à falta de tempo.

Algumas das ideias foram;
Encher uma garrafa de água com o gotear das gotas de água a bater numa rocha;
Águas com aspeto de suja para os outros não beberem;
Rótulo com corações religiosos;
Rótulo com Kama sutra;
Garrafa que auto se destrói;
Água com show erótico;
Água com sabor a frango;
Água com sabor a bacalhau a brás;
Inauguração de uma piscina municipal com uma garrafa de água;
Fazer um vestido para a Lady Gaga;
Água com forma de gota;
Atirar água aos noivos em vez de arroz;
Oferecer uma foca bebe a quem compra uma água;
Oferecer uma baleia bebe na compra de uma água;
Oferecer um strip tease;
Água combina com sexo;


P.S.: Não estão cá todas as ideias.

What is it?


Que ideias se podem criar a partir de um saco? Foi essa a nossa questão, foram estas as ideias resultantes:


1º Grupo:

 - Publicidade a um novo SPA:

  • Para promover o novo SPA vão ser espalhados sacos pela cidade que aparentemente têm algo no seu interior, levando as pessoas a aproximar-se. Aquando do toque, os sacos têm um mecanismo auto-insuflável onde está inscrita a frase: "O SPA "XPTO" leva-te às nuvens!".

2º Grupo:


  - Um saco com dobras para se tornar num chapéu.
  - Sacos com ligação para se juntarem a outros de forma a tornarem-se num cortinado.
  - Sacos furados para servirem de coadores.

3º Grupo:

  - Saco mágico em que se põe alguma coisa e essa coisa não ocupa espaço, cabendo sempre mais e mais.
  - Saco que se auto-destrói.

4º Grupo:

  - Saco com anel com dispositivo para matar alguém à distância.
  - Saco para roubar lojas (isolado com alumínio).
  - Saco com posições do kamasutra para os casais (coleccionáveis).


Grupo D: Daniel Tente Paiva; Felismina Isabel Rito Alves; Filipa Madeira Bulha Rodrigues.

COMBO CHATTER :


Somos a empresa de Chavenas Vista contente e tivemos uma encomenda da Nesrápido. E pedimos novas ideias para uma nova chavena de café. Aqui estão 5 palavras que foi: 'palavras que envolvem xicaras de café" e "palavras que envolvem pessoas que bebem café".

1° grupo: 
Chavenas: Porcelena / Vidro/ a escaldar/ café mentol/ chavenas c/ acuçar no interior
Pessoas: tensao alta / dependencia / grandes executivos/ insomnias e apressado


2° grupo:
Chavenas: loiça/ recipiente/ quente / pires / aroma
Pessoas:  viciados/ activos/ stressados /executivos / gulosos


3° grupo:
Chavenas: porcelana/ design/ tamanho/ resistencia/ conforto
Pessoas: sensaçao prazer/ dependente/ pessoas inteligente/ status / produtor café


4° grupo: 
Chavenas: util/ pequena / design/ cor e propaganda
Pessoas: gosto/ vicio / dor cabeça/ sono / energia


Ideias que surgiram:
1° grupo : Chavena de porcelana e vidro (meio/meio) revestida com açucar no interioir e com a essencia de mentol nas bordas (onde se bebe).
2° grupo: Chavena em forma de grão de café e pires a imitar a mata do café.
3° grupo :  A porcelana traz sensaçao de status.
4° grupo : Uma chavena pequena, util com design inovador que atraves do gosto corta o sono, e da energia, tirando a dor de cabeça e alimenta o vicio.


Temos aqui varias ideias para depois explorar e comercializar uma nova chavena de café. Obrigado a todos.
Actividade feita por : Tiago Reis/  Marisa Fonseca / Pedro Neto/ Ines Cruz Pires

Picture Tickler


Águia - estilizada; individualidade; independência; porte; beleza; força; resistência; requinte; enfoque em objectivos; mais clássica; poderosa; perspicaz; "mobiliário dos seus olhos"; linhas direitas; agressiva; espartana; não muito confortável; imponente; cores escuras; em madeira (castanha); com adereços.

Leão - king- associado ao rei, que é o leão; uma marca arrojada; persistente; poderosa; "o mobiliário com garra"; resistente; requintada; elegante; exclusiva.

Crocodilo - rijo; anatómico; ortopédico; móvel resistente; "linha croco - se tem problemas de coluna, compre um sofá croco".


Cláudia Santos  |  Bruno Rosa  |  Bruno Carvalho  |  Bárbara Sofia

segunda-feira, 11 de junho de 2012


Balloon, Balloon, Balloon


 A ideia inicial era tentar promover a uma festa cuja decoração seria feita através de balões e contaria com 2000 convidados com diversas culturas. Para inspirarmos a turma a criar ideias colocamos músicas de acordo com o tema, e depois de algum tempo as ideias surgiram.  

Foram geradas as seguintes ideias:
Soltar balões com doces dentro;
Piscina cheia de balões para pessoas;
Homem balão “ Enche, enche, até que rebenta…”! (Atracão da noite);
Um passeio de balão de ar quente (quem ganhasse o sorteio);
Festa à noite com balões néon;
Guerra de balões matinal com água, terra, farinha e chocolate;
Cabines com ventoinhas gigantes para apanharem balões;
Balões a “voar”;
Fotografia do aniversariante;
Brinde de acordo com o tema da festa;
Festa com a música “Ai se te pego, ai ai!”;
Festa com balões comestíveis, onde existem sofás feitos de balões e no final dar um mergulho na piscina cheia de balões;
Rebentar balões para as pessoas saberem que a festa começou;
Em vez de colocar o típico papel no lugar onde para identificar onde a pessoa se sentas, colocar um balão com o nome da pessoa;
Jogo do caça ao tesouro, dentro dos balões eram colocados papeis e depois as pessoas tinham de rebentar os balões para descobrir as pistas;
Comida dentro dos balões e as pessoas têm de rebenta-los para comer;
Balões com perfume;
Entrada na red carpet com carros de balões;
Piscina de balões com música sobre balões;
À entrada da festa, esta um homem a fazer estruturas de balões e cada pessoa levava algo;
Pista com saídas de ar e balões a “dançar” ao ritmo da música.



Maria Rita Garrido
Mafalda Carlota
Margarida Dias
Marler Hernán






sábado, 9 de junho de 2012

Atividade de criatividade Pass de HatSer criativo á algo que está inerente a determinadas circunstâncias e estímulos. É através das sensações que sentimos que a nossa criatividade, por vezes, se manifesta. Por isso, através dos sentidos vamos descobrir sensações que podem motivar a criatividade:
1º Criando um estímulo sensorial através da degustação de um chocolate:
Sensações manifestadas pelos participantes nesta atividade:
• Satisfação
• Bom gosto
• Orgasmo psicológico
• Intenso
• Doce
• Aveludado
• Felicidade
• Insaciável
• Enjoativo
• Tranquilidade
• Quero mais
• Prazer
• Sede
• Dentes sujos
• Boca doce
• Quebrar a rotina
• Saciar o desejo
• Sono
• Satisfação
• Fome
• Arrepio na espinha
• Alegria
• Agonia
• Ainda mais fome
2º Estimulando a imaginação dos participantes a partir das sensações criadas na primeira parte da atividade, criando um nome e/ou um slogan:
• Enjóia – Coma até enjoar
• PleasureChoc – Tenha todo prazer na sua boca (esse prazer não lhe escorre para os olhos)
• Dolce – Doce tentação
• Prazer Negro – Uma boca que não é doce, um corpo que não tem prazer!
• O prazer de um orgasmo psicológico até arrepia a espinha!
• Sede de prazer
• Doce e intenso como eu mereço
• Doce e intenso: uma felicidade insaciável
• Explosão de sensações
• Enfoque – Toda a satisfação numa só dentada
• Indecente - Intensamente doce, docemente insaciável
• Bomchoc – Explosão de prazer, mesmo para quem não gosta de chocolate
• Choc.orgásmic: Saboreia a intensidade única do «orgásmic» numa miscelânea de sensações
• Choco-sensation: experimente Choco-sensation e sinta ondas de prazer
• Felicidade intensa com Choco-sensation
• Queres emagrecer? Choco-sensation tens de comer
• Quando começares a provar não vais mais conseguir parar
• Se quer uma noite tranquila, sacie a sua sede de satisfação
• Satisfaça a sua agonia com a sua fome de prazer
• Chocolate anti-calórico: não engorda nem provoca cáries e é rico em cálcio
• Chocolate Pré-Natal: Se está com dúvidas coma um chocolate



Eugénia Pedro 
João Delgado
Joel Serra
Júlia

Falecimento

A família Bimarketing ficou mais pequena. Perdemos a companhia do João Sena.


Um abraço João.

Uma certa queda para gigantes!

Força Portugal!

É já amanhã que eles vão começar a cair!

sexta-feira, 8 de junho de 2012

As armadilhas das marcas na Timeline do Facebook

O Facebook disponibiliza uma série de ferramentas que, quando bem aproveitadas, podem potenciar as estratégias de comunicação das marcas. Para estimular a partilha de conteúdos a disposição de fotografias e vídeos é um elemento essencial. Já para não falar da possibilidade de manter conversas com os utilizadores na web, gerando debates e comentários.
Mas, e como destaca a Exame brasileira, mais importante do que usar as propostas do Facebook é aproveitar as suas potencialidades com atenção e cuidado.
Fique a par de alguns dos erros cometidos pelas marcas na Timeline da rede de Mark Zuckerberg.
1- Ignorar a imagem de capa
A fotografia de capa é o rosto com que as marcas se apresentam. E não há espaço para uma segunda “primeira impressão”. Por ter um forte impacto visual, a imagem deve ser escolhida e usada com perspicácia. Há que ter em conta, também, que neste espaço o Facebook proíbe a comunicação publicitária e a inclusão de elementos como preços, incentivos a “likes” e comentários, promoções e contactos.
2 – Deixar a secção “About” incompleta ou em branco
Esta secção é o cartão de visita das marcas no Facebook. Aí os utilizadores devem poder saber mais sobre os negócios, descobrir os produtos que as marcas produzem, conhecer as suas missões e objectivos. É aí, também, que podem ter acesso aos seus contactos, como telefone, email e site oficial.
3 – “Entupir” o feed de notícias dos fãs com acontecimentos 
Os marcos são importantes para a ordem cronológica da actuação da marca, principalmente no caso de insígnias que estão no início da sua actividade. Estes acontecimentos transmitem aos utilizadores uma ideia de estabilidade e solidez, crucial para a credibilidade de uma marca. Mas cuidado: quando decidem incluir vários acontecimentos importantes de uma só vez, as marcas devem seleccionar a opção “Hide from News Feed” enquanto actualizam a página. Desta forma, não enchem o feed de notícias dos fãs e evitam aborrecê-los.
4 – Publicar apenas um tipo de conteúdo
É possível “conversar” com os fãs recorrendo apenas a mensagens de texto, mas esta não será a forma mais interessante e eficaz de contar a história da marca. Para apresentar produtos, serviços e divertir os utilizadores as marcas devem apostar em conteúdos como fotografias e vídeos relacionados com o seu ADN. Além disso, estas ferramentas criam envolvimento com os fãs e geram partilhas. As insígnias devem complementar perguntas com fotografias, vídeos e links interessantes, mantendo assim um diálogo saudável com os utilizadores.
Fonte: Marketeer
Vânia Fernandes nº 28235






A família Red Bull cresceu
T he Red Edition (Frutos Vermelhos), The Blue Edition (Mirtilo) e The Silver Edition (Lima) acabam de chegar ao mercado português.
A fórmula mantém-se e as características funcionais da Red Bull Energy Drink também. A isto, a marca acrescentou então três novos sabores para continuar a “revitalizar o corpo e a mente”. “As características funcionais de Red Bull Energy Drink têm sido apreciadas ao longo dos anos por uma legião de fãs em mais de 160 países. Agora Portugal é um dos primeiros países do mundo a comercializar as novas Red Bull Editions, numa fórmula comum à bebida energética Red Bull onde a diferença é garantida por novos e marcantes sabores”, informa a empresa.
Disponíveis em latas de 250 ml, a The Red Edition, The Blue Edition e The Silver Edition vêm complementar a gama de Red Bull Energy Drink e Red Bull Sugar Free. Além dos novos sabores a frutos vermelhos, mirtilo e lima, as latas de Red Bull Editions também apresentam uma personalidade visual própria, com as cores vermelha, azul e prata a permitirem uma fácil identificação.
As novas latas vão marcar presença nos locais habituais: discotecas, bares, supermercados e hipermercados. Além disso, vão  fazer-se acompanhar de uma campanha publicitária.


Fonte: Marketeer
Vânia Fernandes nº 28235



fonte:http://partilhaatuapaixao.matutano.pt/


Serafim

quinta-feira, 7 de junho de 2012




Fonte:http://www.obidos.pt/CustomPages/ShowPage.aspx?pageid=29104d25-542f-4abb-b415-cd46c2deabc8

Serafim


Taxistas e o inglês



Serafim

Maioria dos utilizadores ignora publicidade no Facebook





Quatro em cada cinco utilizadores do Facebook nunca adquiriram um produto ou serviço fruto da publicidade ou comentários presentes na rede social. A conclusão é de uma análise levada a cabo pela Reuters/Ipsos junto de 1032 americanos, que faz notar também que há ainda muito a fazer para transformar uma base de 900 milhões de utilizadores em dinheiro, através da publicidade.
A análise denunciou que 34% dos utilizadores de Facebook inquiridos estão a passar menos tempo naquela plataforma do que há seis meses, enquanto que 20% estão a passar mais tempo.
Os números aferidos acentuam as preocupações dos investidores face à capacidade de o Facebook gerar retorno financeiro, o que provocou já um decréscimo do valor das acções da rede social em 29%, desde que deu entrada em bolsa, no mês passado. Esta quebra fez com que o valor de mercado da plataforma de Mark Zuckerbeg diminuísse de 104 mil milhões de dólares (cerca de 83,3 mil milhões de euros) para perto de 74 mil milhões (aproximadamente 59,3 mil milhões de euros).
Os 900 milhões de utilizadores do Facebook colocam a rede social entre as plataformas de internet mais populares, desafiando mesmo players gigantes da internet como a Google e a Yahoo. Ainda assim, nem todos estão convencidos de que a empresa de Zuckerberg tenha descoberto a fórmula que traduz a sua popularidade num negócio que justifique a sua elevada valorização de mercado.
Num outro ponto, um estudo de Fevereiro da empresa eMarketer apontou que a publicidade feita através de emails é mais eficaz do que aquela que é feita no Facebook. Como relembra o Público, estas preocupações tornaram-se ainda mais notórias quando, no mês passado, a General Motors – a terceira maior investidora publicitária dos EUA – retirou os anúncios da rede social. O grupo, detentor de marcas como Opel e Chevrolet, investiu 10 milhões de dólares (cerca de 7,86 milhões de euros) no ano passado em publicidade no Facebook, de um orçamento global que, segundo o The Wall Street Journal, se cifrava em 1,8 mil milhões de dólares.
Recorde-se que no primeiro trimestre deste ano o Facebook tornou público que as receitas provenientes de publicidade tinham diminuído 7,5%, atribuindo o decréscimo a “tendências sazonais” .
Ainda assim, a rede social escusou-se a comentar os dados da investigação da eMarketer. Optou, antes, por destacar os pontos positivos da sua estratégia publicitária, salientando que empresas como a Nutella tiveram um aumento de vendas de 15%. Outro dos exemplos apontados foi o da cadeia de restaurantes Applebee’s, que voltou ao negócio após começar a anunciar na rede social.



Fonte: Marketeer
Vânia Fernandes nº 28235

A família Red Bull cresceu

T he Red Edition (Frutos Vermelhos), The Blue Edition (Mirtilo) e The Silver Edition (Lima) acabam de chegar ao mercado português.
A fórmula mantém-se e as características funcionais da Red Bull Energy Drink também. A isto, a marca acrescentou então três novos sabores para continuar a “revitalizar o corpo e a mente”. “As características funcionais de Red Bull Energy Drink têm sido apreciadas ao longo dos anos por uma legião de fãs em mais de 160 países. Agora Portugal é um dos primeiros países do mundo a comercializar as novas Red Bull Editions, numa fórmula comum à bebida energética Red Bull onde a diferença é garantida por novos e marcantes sabores”, informa a empresa.
Disponíveis em latas de 250 ml, a The Red Edition, The Blue Edition e The Silver Edition vêm complementar a gama de Red Bull Energy Drink e Red Bull Sugar Free. Além dos novos sabores a frutos vermelhos, mirtilo e lima, as latas de Red Bull Editions também apresentam uma personalidade visual própria, com as cores vermelha, azul e prata a permitirem uma fácil identificação.
As novas latas vão marcar presença nos locais habituais: discotecas, bares, supermercados e hipermercados. Além disso, vão  fazer-se acompanhar de uma campanha publicitária.

Fonte: Marketeer
Vânia Fernandes nº 28235