terça-feira, 11 de março de 2014

Publicidade da Ford gera polémica

Campanha polémica

Publicidade da Ford gera polémica com mulheres no porta-bagagens




Uma campanha do carro Ford Figo, na Índia, está a ser alvo de uma onda de críticas, tendo a marca já pedido desculpas pelos anúncios que mostram mulheres amarradas e amordaçadas dentro do porta-bagagens.







Depois dos vários episódios de violência contra mulheres que abalaram a Índia, a publicidade considerada sexista ao carro não caiu bem a ninguém: Nas imagens estavam representadas três personalidades bem conhecidas: Silvio Berlusconi, Michael Schumacher e Paris Hilton (ao volante do carro) e os seus respectivos "rivais", na bagagem.




Os cartazes politicamente incorrectos foram considerados machistas e conotados com alto teor sadomasoquista - o que recebeu mais atenção negativa foi o cartaz que apresentava Silvio Berlusconi (o ex-primeiro ministro italiano que ficou conhecido depois dos vários escândalos sexuais onde esteve envolvido: desde as festas "bunga bunga" até ás acusações por ter pago a uma menor por sexo).


Com o mote "Deixe as suas preocupações para trás", a campanha tinha como principal objectivo o de mostrar a capacidade de carga do carro Ford Figo.
Os três cartazes que geraram controvérsia, obra filial indiana da multinacional de marketing e publicidade JWT, foram publicados online, sem a aprovação da Ford, no site Ads of the World, de acordo com o Business Insider.
A Ford já lamentou o caso e, em comunicado, afirmou que uma publicidade deste teor "evidentemente" contradiz a atitude da empresa e dos seus parceiros - como a filial indiana da JWT, que desde há quatro anos trabalha para a Ford.

Fonte: Revista Visão/13

Ana Cristina Folgado Nº 30926
Ana Sofia Pinto Nº30388
Diana Belo Ferreira Nº 30005
Marta Oliveira Nº30066


Enviar um comentário