quarta-feira, 8 de junho de 2016

Música (in)dependente das marcas?

A música independente e as marcas não têm de ser inimigas mortais e o mesmo se aplica aos serviços de streaming. As oportunidades estão a aumentar em todas as direcções. Resta garantir que Beyoncé e Filho da Mãe tenham os mesmos direitos
Texto de Filipa Almeida
Helen Smith, executive chair da Impala, e Charles Caldas, CEO da Merlin, estiveram em Portugal para falar sobre música independente a convite do Westway LAB. O festival sediado em Guimarães, que promove conferências, residências artísticas e concertos, colocou sob os holofotes uma indústria que já deixou há muito as braçadeiras e que se aventura na piscina dos graúdos.
Para ler o artigo na íntegra consulte a edição de Maio de 2016 da revista Marketeer.

Fonte:http://marketeer.pt/2016/06/08/musica-independente-das-marcas/

Enviar um comentário