sábado, 7 de janeiro de 2012

Hyundai Portugal quer enganar a crise em 2012

Depois de um ano 2011 que foi devastador para a indústria automóvel em Portugal, as previsões não são animadoras para o ano que agora começa. Ainda assim, a Hyundai mantém-se confiante em contrariar a tendência do mercado nacional e espera no mínimo repetir os números do ano transacto.
“Estamos convencidos que, apesar das dificuldades económicas que o país irá atravessar em 2012 [...] e de uma nova quebra de mercado expectável, conseguiremos pelo menos igualar a nossa performance de 2011, mantendo ou até eventualmente aumentando ligeiramente a nossa quota de mercado”, informa Luís Camões, relações públicas do entreposto V.H., representante da Hyundai em Portugal.
No ano passado, o mercado automóvel português de veículos ligeiros sofreu um rombo de 31,3% face a 2010. O volume de vendas foi o mais negro desde que a Associação Automóvel de Portugal (ACAP) recolhe os dados do sector, ou seja, desde 2000. Apesar disso, a fabricante sul-coreana conseguiu conquistar mercado, registando um “aumento da quota de mercado de 1,41% para 1,83% nos ligeiros de passageiros” e uma “descida nas vendas bastante menor que a verificada no mercado”, ressalva Luís Camões.
Para alcançar este resultado, muito contribuiu o lançamento de novo modelos, como o ix20, o Veloster, e mais recentemente o i40. Já para 2012, a Hyundai deposita uma grande confiança no lançamento do i30, um modelo “extremamente importante para a marca a nível europeu e também para Portugal”, a par de “uma série de novidades para o segundo trimestre”, anuncia o responsável.
Para o Verão, a grande aposta da fabricante sul-coreana, uma das principais parceiras da UEFA, está precisamente relacionada com a realização do Europeu de Futebol, uma garantia de “visibilidade no nosso mercado com reflexo nas vendas”, afiança Luís Camões.
A nível global, a Hyundai Motor e a subsidiária Kia Motor esperam um aumento de 6,1% das vendas em 2012, para um total de sete milhões de veículos comercializados, de acordo com as previsões divulgadas esta semana pelas fabricantes sul-coreanas.


Notícia retirade de Marketeer Online
Publicada por: Sabrina Ramos nº. 24999

Enviar um comentário