quinta-feira, 5 de maio de 2016

OS PRODUTOS NACIONAIS SÃO A PRIMEIRA ESCOLHA DOS PORTUGUESES?

A consultora Nielsen deu a conhecer os principais resultados de um estudo que desenvolveu sobre as preferências dos portugueses quando vão às compras. m algumas categorias os portugueses têm preferência pelos produtos nacionais. Fruta, vegetais e carne (74%, 74% e 72%, respectivamente) são as categorias onde há uma maior tendência por optar por produtos locais e estas são também as principais escolhas dos europeus. O leite (63%) é por sua vez um produto muito procurado no que se refere à preferência por produtos nacionais.
Que razões levam a optar por produtos nacionais?
A grande maioria toma esta opção de forma a ajudar a impulsionar o comércio local e consequentemente a economia nacional (70%, sendo a média europeia de 60%). Para 41% dos inquiridos, as marcas globais são mais caras face aos produtos nacionais. E para 56% o factor mais importante é ter um preço mais baixo, independentemente da origem. Além disso, 58% considera ainda que as marcas globais são mais inovadoras comparativamente com os produtos nacionais.
Um total de 24% considera que a origem do produto é mais importante do que o packaging, no entanto a maioria considera que o preço, as promoções ou a oferta de produtos (46%, 43% e 54%, respectivamente) são tão importantes como a origem do produto.
Quais os factores mais importantes no momento da decisão de compra?
Os factores que mais contribuem para a compra de marcas globais são a relação preço-qualidade (62%), sendo também fundamentais as promoções (45%) e a experiência anterior com o produto (42%). Já no que se refere, aos produtos nacionais os factores mais importantes são igualmente a relação preço-qualidade (50%), a experiência anterior com o produto (35%) e as promoções (32%). O que demonstra como é fundamental promover a experimentação dos produtos junto dos consumidores.
E-commerce: quais as categorias mais procuradas?
As compras online demonstram que em relação às marcas globais os telemóveis são a categoria mais procurada (58%), seguindo-se os computadores (55%) e o vestuário/sapatos (40%). Já no que se refere aos produtos nacionais as categorias mais procuradas são a alimentação e bebidas (36%) assim como o vestuário/sapatos (34%).
Os consumidores optam por e-commerce essencialmente por uma questão de preço (65%), sendo a conveniência um factor igualmente importante (54%). O facto de os produtos não estarem disponíveis no comércio tradicional (42%) também é um factor a ter em atenção.

Enviar um comentário