terça-feira, 1 de março de 2016

MCDONALD’S PORTUGAL ACABA COM HAPPY MEAL PARA MENINO E PARA MENINA DEPOIS DE DENÚNCIA DO DN

happy meal

No final de 2014 a McDonalds norte-americana anunciou o fim da diferenciação de sexos no Happy Meal, o menu infantil da cadeia de restaurantes que inclui um brinde. Em Portugal a empresa mantinha até agora a distinção. Exemplo disso foi a promoção que decorreu até 18 de Fevereiro, em que eram oferecidos brinquedos My Little Pony às raparigas e Transformers aos rapazes. Existia também um questionário diferenciado para meninos e meninas. Na descrição da personalidade, para elas eram sugeridas qualidades como “feliz” , “generosa”, “leal”, enquanto no questionário dos rapazes eram propostos “calmo”, “temível”, “audaz”.
A multinacional anunciou a mudança de política em Portugal após um contacto de uma jornalista do Diário de Notícias que expôs a situação de diferenciação ainda vigente. A McDonald’s Europa esclareceu ao DN que Portugal ficará alinhado pelas normas internacionais: “Nos EUA têm instruções para falar do nome dos brinquedos sem qualquer referência a género. (…) De acordo com a nossa política global, as equipas [em Portugal] serão instruídas para descrever os brinquedos pelas suas qualidades e não oferecer certos brinquedos a rapazes e outros a raparigas.”
A McDonald’s Portugal confirma a alteração: “Estamos em processo de actualização dos nossos quiosques, para que as teclas passem a identificar os programas associados ao Happy Meal, deixando de o fazer por género, bem como de formação das nossas equipas, para que possamos, brevemente, assegurar a conformidade com esse compromisso.”
A secretária de Estado da Igualdade, Catarina Marcelino, descreveu a política até agora adoptada pelo McDonald’s era “discriminatória”. “Não há brinquedos de menino e de menina. Aquilo que se lê naqueles questionários e a prática de dividir brinquedos por sexo é uma atitude discriminatória que reforça os estereótipos de género”, declarou ao DN.

Enviar um comentário